Arquitetura Sustentável

ModFrugal é, o que pode ser dizer, uma mulher que bota a mão na massa e não foge do trabalho duro. Mesmo com todo o trabalho dentro de casa, a mãe de dois filhos decidiu realizar um sonho e fazer por contra própria uma casa na árvore cheia de estilo sem gastar muito, mais precisamente, gastando 1.500 dólares, cerca de 3.300 reais.

Apoiada em troncos de árvores, a casa localizada em Tennessee nos Estados Unidos foi construída basicamente com madeira em uma plataforma de cerca de 2,5m x 3,6m. Com uma área de aproximadamente 6 metros quadrados, a pequena casa tem um estilo simples sem deixar de ser bonita.

No interior, a casa possui um sofá cama, uma rede, quadro negro e prateleiras, e seu acesso é feito por uma porta de correr que liga o ambiente interno a varanda com duas cadeiras para aproveitar o belo visual do bosque. Já o exterior recebeu uma pintura com uma cor escura a fim de integrar a casa ao entorno natural e camuflar a edificação em meio a vegetação. Além disso as paredes e a cobertura contam com pequenas aberturas para iluminar o ambiente de forma natural.

Segundo a construtora, para realizar um projeto desse tipo basta não ter medo de sujar as mãos. "Não sou uma escritora, fotógrafa ou designer, apenas uma garota com uma certa visão e que não tem medo de sujar as mãos.", diz ModFruGal que também contou com a ajuda de seu marido na construção do pequeno abrigo na floresta.

Veja o resultado abaixo:

4 COMENTÁRIOS NO POST EM “Mulher constrói casa na árvore com apenas 1.500 dólares”

  • shanmara

    17/04/2014 at 12:28 pm

    sensacional…guardei anotado no caderninho do que fazer antes da mortechegar, pra fazer algo parecido no meu quintal…amei.

  • carine

    17/04/2014 at 1:09 pm

    Nossa, nada a ver o comeco da materia. “Mae que bora a mao na massa e nao tem medo do trabalho duro, diferente do convencional”? Que eu saiba o convencional e mae que rala, que batalha. As madames sao mimoria, entao revejam isso ai, pra focar justo. Valeu

    • Arquitetura Sustentável

      17/04/2014 at 2:42 pm

      Você tem razão, Carine. Obrigado pelo seu feedback. Nossa intenção não foi machista mas sim, de valorizar o trabalho de ModFrugal. Mesmo assim, revisamos o texto e modificamos.:)

Deixe seu comentário